Policial mata filho, comete suicídio e deixa carta relatando estupro

0
230

Uma policial civil, lotada em Apucarana, matou seu filho de 2 anos com um tiro na cabeça e depois, cometeu suicídio.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

Os corpos foram encontrados por familiares nesta sexta-feira (06), em Cambé, no norte do Paraná, porém, de acordo com informações da polícia, o fato aconteceu na quarta-feira (04).

Uma carta deixada pela investigadora foi encontrada e relata que o filho teria sido abusado sexualmente pelo pai, que recentemente recebeu o direito da visita assistida.

No papel, ela diz que seu filho não será estuprado, pois ele é um anjo. Confira o que diz na carta: