Morte de rapaz durante festa em chácara tem investigação rápida

0
71

A morte de R. dos S., 23 anos, ocorrida por volta das quatro horas da madrugada de quinta-feia, 12, em uma chácara ao lado do Goioerê Clube de Campo, teve rápida investigação, que culminou com a prisão de um suspeito ainda durante a madrugada.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

Embora a polícia tenha agido rápido, muitas pessoas que presenciaram o crime não prestaram declaração como testemunhas do homicídio, dificultando o trabalho da polícia no fechamento do inquérito.

Apesar de considerar que o crime está elucidado, o delegado de polícia de Goioerê, Thiago Soares, pretende aprofundar as investigações sobre como aconteceu a morte do jovem.

CRIME NA CHÁCARA

R. dos S., 23 anos, foi morto a tiros por volta das 4 horas da madrugada desta quinta-feira, 12, durante uma festa que estava acontecendo em uma chácara ao lado do Goioerê Clube de Campo.

O autor dos disparos teria sido M. R., que foi preso em flagrante em uma ação conjunta das polícias Civil e Militar.

Segundo as primeiras informações levantadas pela polícia, o crime aconteceu depois de um desentendimento envolvendo mulher. A vítima estaria tentando se aproximar da ex-convivente de M. R., que teria matado R. dos S. por ciúmes.

No local do crime a polícia encontrou cinco cartuchos, mas somente o laudo do Instituto Médico Legal é que irá dizer quantos disparos de fato atingiram a vítima. Os tiros acertaram o pescoço e o peito de R. dos S., que chegou a ser encaminhado ao Pronto Atendimento da Santa Casa, onde chegou sem vida.

Quando a polícia estava fazendo o levantamento do local do crime, surgiram informações sobre a autoria do crime, que também foi informada através de denúncias pelo telefone 190.

Policiais militares e civis realizaram diligências e encontraram M. R. na residência de sua ex-convivente, na Rua Umuarama. Assim que viu a viatura policial ele tentou fugir, saindo correndo em direção ao Arroio Schimidt, mas foi perseguido e contido pelos policiais.

PASSAGENS

Tanto a vítima quanto o suposto autor do homicídio tem passagens pela polícia em Goioerê. R. dos S. tinha passagem por tráfico de drogas, em 2014. M.R. tem passagem por roubo.

Fonte: GoioNews