Indícios apontam que corpo carbonizado pode não ser da Miss Altônia

0
500

Informações preliminares do Instituto Médico Legal – IML – de Umuarama indicam que o corpo feminino encontrado carbonizado na cidade de Altônia na manhã da última quinta-feira, 22, tinha próteses de silicone nos seios.

Em princípio se acreditou que o corpo pudesse ser da Miss Altônia, Bruna Zucco, que desapareceu naquela noite.

Em entrevistas concedidas nos últimos dias, os pais, e o namorado de Bruna, disseram que ela não tinha prótese nos seios.

A informação sobre a prótese de silicone no corpo carbonizado foi passada pelo delegado-chefe da 7ª Subdivisão Policial de Umuarama, Osnildo Carneiro Lemos, que ponderou que a família poderia não estar sabendo que a Miss havia colocado silicone nos seios.

O delegado salienta que somente o laudo do exame do DNA poderá confirmar se o corpo encontrado carbonizado é ou não da Miss Altônia.

Já com relação ao outro corpo encontrado carbonizado, embora ainda também precise de confirmação do exame de DNA, não pairam muitas dúvidas de que realmente é do empresário Valdir Brito Feitosa.

O delegado Osnildo Lemos, todavia, salienta que para a polícia os dois casos são tratados como de pessoas desaparecidas.

Fonte: Goionews - Com informações de O Bem Dito