Homem é preso por injúria racial contra jogador paranaense

0
135

Um homem foi preso por suspeita de injúria racial contra um jogador do Rolândia Esporte Clube durante a partida de quarta-feira (14) contra o Atlético Clube Paranavaí (ACP), em Paranavaí.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

De acordo com o delegado Vagner Malaquias, o caso aconteceu durante a partida, mas o homem só foi preso após o fim do jogo, realizado no Estádio Waldemiro Vagner.

O homem, de 57 anos, foi encaminhado para a delegacia da cidade e autuado pelo crime de injúria racial qualificada. Se condenado, ele pode pegar de 1 a 3 anos de prisão.

Ainda de acordo com o delegado, foi arbitrada uma fiança no valor de um salário mínimo, o homem pagou e foi solto ainda na noite de quarta. Agora o homem vai responder ao inquérito em liberdade.

O prazo para a conclusão das investigações é de 30 dias.

Súmula do jogo

O árbitro do jogo, Cleber de Jesus Ausec Ludwig, relatou o caso na súmula do jogo.

No texto, ele diz que durante a partida, no decorrer do segundo tempo, o atleta com a camisa de número 2 do Rolândia, Weslen Aparecido Mendes dos Reis, informou que um torcedor havia chamado ele de ‘macaco’.

Segundo a súmula, o torcedor foi identificado pelo assistente da arbitragem e a Polícia Militar foi comunicada sobre o fato.

A reportagem tentou contato com a diretoria dos dois clubes, mas não teve retorno até a última atualização desta reportagem.

Fonte: RPC