Homem de 40 anos aliciava menores com perfil falso na internet

0
117

Um homem de 40 anos foi preso suspeito de estupro, em Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, ele usava perfis falsos nas redes sociais – se passando por agenciadora de modelos – para aliciar menores de idade.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

A prisão aconteceu na sexta-feira (15), no bairro Tingui. A delegada-titular do Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria), Monica Menster, falou sobre o caso nesta terça (19).

Uma das vítimas, de 15 anos, contou que recebeu um contato de uma mulher que prometia trabalhos como modelo e participações em programas de TV, segundo o Nucria.

“Ao chegar no local, a porta já estava aberta, ela foi entrando e se deparou com o investigado, Ricardo de Macedo Figueiredo, já armado e a obrigou a tirar a roupa e manteve relações sexuais à força”, afirmou Monica.

Depois do estupro, conforme a delegada, o suspeito mandou que a menina fosse embora de Uber.

A delegada disse que a Polícia Civil está divulgando o fato para novas vítimas apareçam. De acordo com a delegada, a agenda telefônica do suspeito tem contatos de mais de 100 adolescentes.

“Os dois começaram a conversar. Ela pensando que estaria conversando com uma mulher, com um pseudônimo de Letícia Chagas. Daí marcaram um encontro, como se fosse uma mulher, como se estivesse indo ao encontro de uma mulher, agenciadora de modelos para rede de televisão”, explicou a delegada.

A garota enviou fotos nuas para o perfil fake, para ser “aprovada” para os trabalhos como modelo de televisão, ainda segundo a delegada.

A delegada disse que, em 2013, o homem já havia sido preso em São Gonçalo (RJ), onde morava, por pedofilia.

Fonte: RPC