Emater e Prefeitura elaboram projeto para conservação da Microbacia do Rio Bolívar

0
29

Em Cianorte, cerca de 30 famílias com propriedades nas estradas rurais permeadas pelo Rio Bolívar participaram, na tarde da última terça-feira (15), no auditório do Paço Municipal Wilson Ferreira Varella, de uma importante discussão para o futuro da localidade: estratégias de desenvolvimento sustentável e ações de conservação dos recursos naturais. A ocasião foi dirigida pelos técnicos extensionistas da Emater e servidores da Secretaria Municipal de Agricultura, que apresentaram o Programa de Gestão de Solo e Água em Microbacias e fizeram o levantamento das demandas de cada proprietário.Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

“A maioria apontou a necessidade de subsídios para a aquisição de adubo e calcário, bem como para a contratação de horas máquina para a realização de melhorias como curva de nível e adequação de carreadores”, contou o secretário municipal de Agricultura, Georges Robert Charron Junior. “Com isso, elaboramos um projeto técnico para a solicitação de recursos junto ao Governo do Estado, que pode disponibilizar até R$ 220 mil para a implantação de práticas conservacionistas de solo e da água, com o objetivo de reduzir o assoreamento dos rios”, contou o extensionista regional da Emater de Cianorte, Paulo Roberto Preto.

“Nosso intuito é o de enviar a proposta o mais rápido possível para que os proprietários sejam beneficiados dentro de poucos meses”, pontuou o extensionista regional da Emater de São Lourenço, Adelar Antônio Johann, lembrando que, além do trâmite e da análise da documentação, caso aprovada, a iniciativa também demanda tempo para os processos licitatórios. “Por isso, alertamos aos proprietários que não compareceram à reunião, mas que possuem interesse em aderir ao projeto, para que procurem pelo Escritório da Emater ou pela Secretaria de Agricultura o quanto antes. Após o envio da documentação, não será possível incluir mais nenhum beneficiário”, orientou.

São considerados aptos a integrar o projeto todos os proprietários de terras na gleba do Rio Bolívar, que engloba as estradas Aldeia, Santana (ou Tropeiro), Apuí, Canaã, Amores e Cajuru, bem como das vias de ligação nas proximidades. A ocasião também contou com a presença do secretário municipal de Meio Ambiente, Guilherme Comar Schulz; dos vereadores Dadá, Márcia Pereira e Mendes; e do presidente do Sindicato Rural de Cianorte, Domingos Vela.