Começa a Operação Dia do Trabalhador da PRF

0
112

Teve início à zero hora desta sexta-feira, a Operação Dia do Trabalhador desencadeada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em todo o país. Com cinco dias de duração, a operação da PRF termina no final da próxima terça-feira (1º).

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

Entre os focos da atuação dos policiais rodoviários federais estão o combate à embriaguez ao volante, o controle de velocidade com radares portáteis e a fiscalização de ultrapassagens proibidas. O transporte de crianças e a abordagem de motociclistas são outras prioridades, além das atividades diárias de combate a crimes.

Com reforço de servidores que atuam na área administrativa, a Polícia Rodoviária Federal desenvolverá ainda ações de educação para o trânsito.

Os horários de maior movimento devem se concentrar no final da tarde e início da noite desta sexta-feira (27), na manhã de sábado (18) e na tarde e noite de terça-feira (1º).

Com o objetivo de garantir a segurança e a fluidez do trânsito, a PRF proibiu as obras em rodovias durante o feriado, à exceção daquelas emergenciais ou que não possam ser interrompidas.

Conforme portaria emitida pela PRF, caminhões bitrens com dimensões excedentes e caminhões cegonhas estão proibidos de circular em rodovias federais de pista simples no horário das 16 às 22 horas, tanto na sexta-feira (27) quanto na terça-feira (1º).

Orientações para uma viagem segura

Respeitar os limites de velocidade, manter distância de segurança em relação aos demais veículos, ultrapassar apenas quando houver plenas condições de segurança e não desviar a atenção do trânsito. Estas são algumas das principais orientações da Polícia Rodoviária Federal para reduzir o risco de acidentes.

A PRF também orienta os usuários de rodovias, mesmo antes de viagens curtas, a fazer uma revisão preventiva do veículo, o que inclui a checagem dos pneus, do sistema de iluminação, dos equipamentos obrigatórios, do nível do óleo e do radiador, entre outros itens.

Também é fundamental planejar a viagem, buscando evitar, na medida do possível, os horários de pico. Dirigir cansado ou com sono aumenta o risco de o motorista cometer erros. A cada três ou quatro horas de viagem, é recomendável uma pausa para descanso ou revezar a direção do veículo.

Eventuais paradas no acostamento devem ser feitas apenas em caso de emergência, com pisca-alerta ligado e triângulo a pelo menos 30 metros do veículo. O uso do cinto de segurança e da cadeirinha para crianças é imprescindível – esses equipamentos podem fazer a diferença em caso de acidente.

Fonte: TaSabendo