Bandidos que mataram tenente da PM durante abordagem morrem em confronto

0
188

Os dois ladrões que atropelaram e mataram o tenente Ricardo Taborda, do 23° Batalhão da Polícia Militar (23°BPM), na noite de ontem no Contorno Sul, na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), morreram em confronto na manhã desta terça-feira (3). O tiroteio com a PM aconteceu próximo ao clube de funcionários da Bosch, não muito distante do local em que o oficial foi morto, depois de ser atingido pela caminhonete roubada pelos marginais.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Cianorte e Região

Tenente Taborda morreu atropelado por bandidos (Foto: Reprodução)

Os bandidos roubaram uma distribuidora de gás em Fazenda Rio Grande, região metropolitana de Curitiba, no início da noite, e fugiram com a caminhonete de um cliente. Para escaparem de um cerco no Contorno Sul, os marginais jogaram o veículo contra o tenente, que não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo.

Após a morte do tenente, mais de 100 policiais militares isolaram a região e conseguiram localizar os suspeitos, conforme explicou o coronel Hudson, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da PM.

“Logo após a informação sobre a ocorrência foi feito um isolamento da região. Um cão de faro nos orientou por um caminho e localizamos os suspeitos, onde aconteceu um confronto armado e os dois acabaram morrendo”, explicou.

“Sacrifício da própria vida”

Também no local, o coronel Nivaldo Marcelo da Silva, comandante do 23° BPM, lamentou a morte do companheiro de farda. “É um momento muito triste. Nosso juramento é de fazer a nossa missão inclusive com o sacrifício da própria vida. Transmitimos nossas condolências aos familiares e também a toda a PM”, relatou.

Comoção

O tenente Taborda era casado e tinha um filho de três anos. A morte dele gera intensa comoção nas redes sociais, uma vez que o oficial era muito querido por todos.

Fonte: Banda B